sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Escravo da desilusão.

"Acordo de repente sobressaltado como quem acorda de um pesadelo;
Acordo e sento- me na cama como quem dorme demais e está atrasado pra partir...
As mãos trêmulas vão aos olhos numa tentativa semi frustrada de desembaçar a visão ainda sonolenta e sonhadora.
Sinto um calafrio a percorre-me a espinha uma sensção de perda me invade o ser; Olho á minha volta á procura de vestígios e constatações observo tudo, minuciosamente como alguém que quer muito encontrar um erro...
Mas tudo esta exatamente igual...
O abajur de luz muito fraca, o guarda roupas abarrotado de lembranças, a mesa bem próxima à janela com algumas garrafas vazias,a adeira muito próxima à cama onde uma vitrola toca sem parar, o mesmo disco do Jhonny Rivers, tudo está exatamente igual, inclusive as bitucas do meu cigarro que sem cerimônia alguma foram jogadas ao chão...
Tudo igual...
Até eu ver na parede um retrato de nós dois juntos, abraçados e unidos como se nada pudesse nos atingir...
Meu coração acelera, num sinal quase inconsciente para só assim eu conseguir entender...
Você se foi...
Me deixaste durante a noite vazia e profunda, sumiste pela porta, sorrateira e silenciosa, partindo sem nem ao menos dizer adeus...
Oh mulher maldita, porque fizeste isso comigo?
Porque partiste durante a noite passada?
Ou seria na retrasada? Ou será que partiste na semana passada??
É aqui que uma dúvida cruel vem me invadir o ser...
As tantas garrafas embaixo da cama e as manchas de bebida no assoalho de madeira indicam descaso, indicam também que o tempo passou lentamente; As semanas se passaram tão lentamente que não as vi passar...
Agora só me resta a pergunta: Por quanto tempo mais devo esperar?”



Ele rabiscou essas palavras em seu caderno de anotações, rabiscou cada palavra tão rapidamente que suas letras garranchosas ninguém leria;
Ele não sabia que dia era, será quarta ou sexta e não saberia nem se era noite lá fora, se não fosse pela pequena brecha da janela onde se permitia adentrar luz...
Mas ela também não se importava com isso...
Agora que sua última garrafa chegara ao fim ele só se importava em se certificar de que ainda vivia...

Para logo após desejar a morte...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Cinderella Venenosa


Sou docemente amarga e deliberadamente mediocre em meus próprios pensamentos,
Mas não os troco! De jeito nenhum!
Tenho uma dose suave de veneno que escorre a todo instante pelo canto da boca,
um veneno amargo que eu também não trocaria pelo mais doce mel...
Tenho uma quantidade quase câncerígena de ódio a farfalhar por entre as palavras que digo...
Mas eu não me importo, pq as pessoas que preciso estão sempre ao meu lado, e me amam (eu acho), seja venenosamente ou não.
Não sou uma boa garota, eu sei muito bem!
E sei tambem que boas garotas tem apenas coisas boas e isso eu não quero pra mim,
quero apenas aquilo que me instigue a ser melhor,
que me instigue a dar o meu melhor, inclusive na minha maleficencia;
Boas garotas tem todos ao seu lado, sempre paparicando e fingindo;
E eu quero apenas pessoas verdadeiras,
apenas pessoas que me queiram de verdade, com meus defeitos, minhas maldades e inclusive quando eu tenho essas malditas crises de Cinderela compulsivamente delicada...




ps¹. Será que dá pra gritar em público sem parecer tão idiota quanto as pessoas ao seu redor??
ps². E não. sorrir não basta para deixar o dia mais perfeito.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Anjos = Amigos

Os anjos estão sempre ao seu lado.
E geralmente só percebemos sua presença
quando deixamos de olhar para nós mesmos...
Talvez um anjo habite em sua vida, sereno, tranquilo e silencioso.
Tão silencioso que você não o vê...
Mas ele está aí, sempre será seu anjo,
Mas somente enquanto você permitir...
Anjos têm o dom de estar com seu protegido sempre,
Mesmo quando não está por perto...
Mesmo quando não está vendo...
E mesmo que ele não esteja perto, saiba que ele sempre estará lá...
Onde você estiver, ele sempre vai estar
Independente da dificuldade da hora e do lugar...
Independente do momento,
Ele está com você, Nem que seja em pensamento...
Mas se um dia você olhar para o lado
E seu anjo não encontrar
lembre-se que os anjos também tem asas,
Os anjo também querem passear!!!
Mas por mais que ele passeie,
Por mais que demore a voltar,
Com você ele ainda está.
E saiba que mesmo que ele voe pra longe
Com suas grandes e brancas asas ele sempre voltará...

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Não quero falar nada...

Então eu prefiro cantarolar essa música beeem alto.
Pq ela simplesmente já é tudo que eu gostaria de dizer...
E o que eu sinto vai além de qualquer palavra.

http://www.youtube.com/watch?v=M7wn9vGZ_8Q

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

São tantas...

.
.
.
São tantas as coisas que eu gostaria de dizer,
Tantas são as palavras que que eu queria falar, mesmo sem poder...
São tantas as histórias que eu queria te contar,
E tantos são os segredo que eu queria te revelar...
Tantos são so lindos caminhos que em sonhos, seguro a sua mão,
E mais lindos ainda são os sonhos que me fazem tremer de emoção...
São tantos os "contos e causos" que te fariam rir,
E tantos são os lugares que com você, eu gostaria de ir...
Eu queria muito viver com você por dias e mais dias,
Dividir com você toda a minha alegria...
Tanto eu queria te levar pela mão,
E revelar pra você tudo o há no meu coração...
São tantos os abraços que eu poderia te dar,
E duplicados seriam os beijos que eu te daria se você se permitisse me amar...
No final, mesmo que se acabem os beijos e abraços, que os desejos não existam mais,
Não me arrependerei um só segundo de tudo o que ficou para trás...
Eu muito desejo, acima, que tenhas me amado,
Pelo menos por um segundo...
.
.
.
Porque eu te amei...
E fui feliz...

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Insistindo

Estava em casa...
Parada... Pensando...
Resolvi escrever...
Resolvi escrever pra contar a você, que ainda te amo...
Que não te esqueci...
Escrevo para dizer a você que essa distância não conseguiu apagar esse sentimento em mim;
Pelo contrário!! Ela só conseguiu te cravar ainda mais dentro de mim...
Escrevo para finalmente desabafar o que a covardia não me deixou dizer...
Escrevo para te mostrar o que sempre quis, mas por medo sempre desisisto...
Para dizer que ainda te amo...
E por mais que meu corpo diga não, meu coração teima...
E é por isso, que ainda insisto...
Em dizer que te amo...
Eternamente te amo...

Te amo...
Te amo...
Te amo...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

andei, andei, andei...

Aprendi que quando agente não sabe o que fazer, uma boa opção é andar...
Andar pra todos os lados...
Pra cima...
Pra baixo...
Prum lado...
Pro outro...
.
.
.
Tá certo que agente continua sem saber o que fazer, mas em compensação, as pernas...
Ficam uma beleza! tem que ver!

rsrsrsrssr!

"Porque nem tudo tem que ser levado tão a sério..."

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

My new Boyfriend.


Ele...
Ele é simpático
Ele é mais velho que eu
Ele é bonito
Ele é inteligente e parece sempre saber o que quer
Ele tem olhos claros
e lábios que me fazem desejá-los o tempo inteiro
Ele é carinhoso e atencioso Ele faz com que eu me sinta bem...
Ele é cavalheiro,
do tipo que manda flores
Que manda bombons e diz que sou linda
Ele me sorri e o mundo se abre ao meu redor
Porque quando ele sorri a alegria se irradia de seus lábios...
Ele se não se emociona facilmente
Mas sabe como me emocionar
Ele é sincero
E sabe sempre o que dizer e sabe sempre a hora de calar
Ele chegou numa hora em que eu não mais precisava
Mas chegou de repente
causando em meu coração um grande confusão
confundiu o mundo á minha volta
E confundiu também o meu coração...
Não o conheço muito bem
mas já posso dizer que já mora em meu coraçao
não nos conhecemos muito bem,
Mas sinto como se fossemos feitos um para o outro
Porque ele me compreende,
Ele sabe tudo sobre minhas dores
E deseja alivia-las...
Ele tomou conta de tudo dentro de mim
Como se sempre estivesse ali...
Ele é lindo...
Ele é perfeito...
Ele é simplesmente...
Meu novo namorado...

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

O vilão

Noite maldita!!
Tô quebradona, dormi muitissimo mal...
parece que um rolo compressor passou por cima de mim
e logo depois uns dez elefantes pisotearam meus insignificantes restos mortais...

hã! antes fosse!
pelo menos eu não teria mais um osso inteiro dentro de mim e nesse exato momento eu não estaria com essa terrível dor nos OSSOS que restaram...

Antes fosse que eu tivesse sido pisoteada por elefantes, esmagada por rolos compressores de dois mil quilos, jogada do alto de um prédio ou até mesmo feito duas horas de academia sem descanço...

Mas ledo engano...
Foi algo pior e mais fatal que tudo isso junto!

O vilão dessa história foi o meu maldito travasseiro...

Bosta!!
tenho que comprar um travesseiro novo, aliás, um trvavesseiro novo não!
tenho que comprar é uma esqueleto novo, porque essa carcaça aqui já tá no fim...
affmaria!!

sábado, 29 de agosto de 2009

Conto de Farsa


Quando eu finalmente consegui amar,
Quando achei que seria pra sempre,
Quando acreditei que era real,
e enfrentei o mundo todo pra te seguir e
conseguir ser feliz...
Foi então que aconteceu...
Acabou. mais uma vez acabou...
Numa noite qualquer eu acordo sonolenta
ouvindo de sua boca tudo aquilo que um dia eu temi...
me enganou, me traiu, fingiu que eu fosse capaz de suportar...
Mas não sou...
Durante muito tempo carreguei a dor da culpa,
por enfrentar todos aqueles que me queriam bem...
E de repente,
Como num conto de fadas ás avessas,
você vem me dizendo que não quer mais...
Fiquei atonita, fiquei ferida...
Fiquei como eu nunca quis estar...
Fiquei magoada, como nunca pensei que ficaria;
Fiquei magoada como nunca pensei em magoar alguém...
em pensar que tudo isso aconteceu de repente...

Em pensar que foi numa noite qualquer, que acordei sonolenta
ouvindo de sua boca tudo aquilo que um dia eu temi...
Em pensar que tudo aconteceu enquanto eu dormia...
E sonhava com você...
>

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Síndrome da Cinderela Compulsiva

Era uma vez um dia
Em que eu amei um homem, que era especial
mas que no final não foi homem nem pra me dizer
que já não aguentava mais a nossa relação...
preferiu trair e mentir e me enganar...
Mas isso foi até bom!!
Pois descobri que...
Homem é homem em qualquer lugar...
Não importa o quão bom ele possa parecer...

>>

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

ELA por ELA mesma...


Eu...
Uma garota complicada,
Teimosa,
Cheia de manias,
Mania de limpeza,
Mania de perseguição,
Mania de chorar...
Já traiu,
Já foi traída,
Perdoôu e não se arrependeu,
Já perdeu alguém que amava
E já a reconquistou,
Já ficou pulando de galho em galho,
Já achou que era pra sempre,
Já iludiu e foi iludida,
Já quis morrer,
Já ficou doente a ponto de querer viver,
Já fez sexo só por fazer,
Mas atualmente faz MUITO sexo com MUITO amor...
Já usou e foi usada,
Já bebeu,
Já carregou,
Já fingiu queera santa,

Já pecou até demais,
aliás!
Pecou coisissima nenhuma!
aproveitou a vida...
isso sim!

ah! e não se encante por mim,
afinal já sou comprometida! rsrsrs

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O tumor

Dái que eu prometi pra mim mesma que não falaria sobre meu problema...
Tá bom.
Só que TODOS sabem que eu não posso prometer nada pra ninguém, nem pra MIM mesma!!!

Só que agora eu prometo (de novo) que não vou mais falar nesse blog aki...

Então quer saber da desgraça alheia ou só da minha vida pessoal?
clicaqui ó:
http://www.palapalatino.blogspot.com/


Não quero falar de doença aqui nesse blog, porque minha idéia inicial quando o criei era de palavras bonitas tanto de amor quanto de ódio ou dor, mas não de dor fisica, e sim de dor sentimental.
Além do mais, descobri que misturar poesia/palavras bonitas com saúde/ou doença não é legal, por mais que corpo, mente e espirito estejam interligados um ao outro, eles não combinam, são feitos de matérias diferentes e por esse mesmo motivo falarei sobre eles em blogs diferentes.
Não precisa ir lá no outro blog, ler ou comentar, até porque eu só o fiz para aquelas horas de extrema urgência, para aquelas horas em que eu não conseguir mais ignorar os meus problemas e estiver estiver tão em público que eu não consiga gritar...
E tenho dito!
até.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Núpcias - Parte final

...
Ele a olhou aturdido, com seu corpo ainda desperto e seu membro ainda aceso; o frio lhe correu a espinha, sabia que não poderia fugir daquela mira, estava impotente e sabia que ia morrer; fechou os olhos implorando a Deus uma saída...
Ainda com os olhos fechados, ouviu um estampido que poderia soar fatalmente se ele não abrisse os olhos a tempo de vê-la cair ao chão.
As lágrimas irromperam de sua face, andou de um lado a outro sem saber o que fazer e encontrou no banheiro um papel marcado de batom, onde havia escrito:


"Não poderia mata-lo
Fui contratada para isso,
mas não posso!!!
Prefiro morrer a ter que mata-lo...
Afinal, o amo..."

Ela estava morta, ele não conseguia acreditar...
enquanto chorava, ele pensava que estava ali ao chão a única mulher que ele foi capaz de amar...
Deitou-se ao lado dela, olhando-a e desejando estar com ela para sempre, como eles haviam jurado horas antes diante de um padre e de uma igreja cheia de convidados...
Ele só queria estar com ela...
E fez com que o estrondo, que saia da arma silenciasse a sua dor para sempre....

Leia também:
Núpcias - parte 1
Núpcias - parte 2

sábado, 15 de agosto de 2009

...No Family...


Já faz muito tempo em que deixei de acreditar em familia.
Ou melhor, na instituição familia, sabe aquela coisa de mamãe, papai e filhinhos, todos juntos e felizes? Pois é, é nesse tipo de coisa que eu não consigo botar fé;
Não consigo ver futuro nenhum numa familia onde se tem como lider uma figura masculina, um pai de familia que protege esposa e filhos...
Quando imagino essa cena, logo ela é substituida pela imagem de um homem bebado, que enche a cara todos os dias e volta pra casa doidinho pra atormentar a familia...
Não consigo imaginar nada menos do que um homem medonho, que não tem respeito por nada nem ninguém, nem por si próprio; um cara que ao invés de proteger suas filhas, prefere ameaçá-las xingá-las e humilhá-las...
E é isso o que eu aturo. é isso o que eu tenho aguentado ano após ano vividos em "familia"; juro que não conheço o motivo de tamanho amargor, tanto ódio, tantas palavras amaldiçoadas direcionadas a nós (filhas) só sei que de nada temos culpa e que nós somos as principais prejudicadas...


Sei também que não sou vadia, nem vagabunda, não sou drogada, nem dou o rabo pra todos, não saio por aí á procura de homens, nem sou namorada da minha melhor amiga, e se não consigo um emprego é porque não me aceitam e não porque não quero como ele diz...

Eu tento ignorar cada palavra que ele ousa falar. Juro que tento.
Mas é muito complicado...

Ele simplesmente sabe como magoar alguém.
E tudo o que eu sei é que ele jura que um dia vai beber o nosso sangue (meu, da minha mãe e das minhas irmãs), que vai acabar com a minha raça, que um dia vai me bater tanto, e que posso até chamar meus amigos pra me proteger que nada vai adiantar...

Não dá pra viver assim!!!
Não dá pra viver tão próximo a alguém tão medíocre, tão cínico, que não dá valor a vida, que não coloca nem a alimentação básica dentro de casa; Isso porque prefere gastar seu dinheiro bebendo, logo que sai do trabalho...

.
.
.
Juro que muitas vezes, ajoelhei e implorei a Deus para que Ele não o deixasse voltar pra casa, muitas vezes pedi que Ele o levasse para junto D'ele...
Mas ele sempre volta...

E é sempre igual...



ps. esse texto era pra eu ter postado no dia dos pais, mas eu estava sem tempo e consegui fazer isso hoje... pois é, pelo segundo ano consecutivo, será um texto desse tipo a minha homenagem de dia dos pais...

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Orkut.

Sorte de hoje: Se você obedecer todas as regras, vai perder toda a diversão.
.
.
.

háháháhá!! até que enfim!!
Pelo menos a internet está a meu favor!
Adorei. Vou aprontar todas essa noite se alguém reclamar a culpa é do orkut, que resolveu dar asas a cobra....
Agora com licença que vou sair por aí errando, ops! me divertindo, antes que mudem a minha "sorte de hoje" e resolvam cortas as asas da cobrinha aki...

bjo.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

PRA NÃO ESQUECER...






Visualizar essa imagem foi simplesmente o susto mais delicioso de se ter...
Afinal, não é sempre que damos de cara com a verdade cuspida assim na nossa cara, tão nua e crua...
Não é diariamente que nos fazem enxergar uma verdade que sempre esteve lá e agente nem "tchun" pra ela...
Porque querendo ou não é uma verdade. porra! uma verdade que para muitos é irrelevante...
Mas pra mim não, pra mim será a verdade mais incondicional, mais linda que poderia existir, mas é uma verdade que dói, dói saber que precisamos de um outro alguem pra que possamos ser felizes, e dói também, porque... amar simplesmente dói, e muito.
Aposto que as várias e várias pessoas que deram de cara com essas belezuras aí em cima, levaram um "subchoque"; sim porque, qual é o pichador que saí por aí São Paulo á fora falando de amor?? juro que nunca vi. Mas logo após o susto é substituido por uma grande consideração: "bom isso é verdade..."
E eu amei isso, porque é como se eu estivesse no meu mundinho paralelo, sem me importar com nada nem ninguém e derepente alguem me desse uma trombada e eu me desse contar de várias coisas que até então eram "naturais", foi como se e me desse conta de que além de mim, existem várias e várias outras pessoas no mundo, Não sou só eu! aposto que essas várias pessoas também pensaram assim...
e me senti muito mal de inicio, eu confesso. me senti mal por ter ignorado uma coisa tão importante e tão vital como o amor...
mas logo após me senti grata, muito grata àquele bendito pichador que me fez abrir os olhos...
Porque apesar de amar as pessoas que convivem comigo, meus amigos familia, etc, gora eu me dei conta de que amoré importante, independente de qualquer coisa ou de qualquer pessoa que possa ser o receptor desse amor...
"O amor é importante. porra."
e pra mim agora o mundo está mais colorido.
e ponto final.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Rafael...

....Rafa,
..Você pra mim é um grande amigo, daqueles que chegam na nossa vida, e vão mudando tudo a nossa volta, tomando sem querer um lugarzinho no nosso coração de maneira que agente não consegue mais esquecer...
..Eu juro que não imaginava que um dia a nossa amizade seria assim, ás vezes somos amigos, ás vezes somos ficantes; Mas em nenhum momento deixamos a amizade de lado...
..Só quero que saiba que eu adoro estar com vc, seja como pura e simples amiga, ou seja com os beijos e abraços que essa nossa amizade colorida nos permite ter. ..O fato é que não importa como, nem a intenção, vc sempre será uma pessoa queridíssima, do tipo que nunca se esquece;
..Não importa quanto tempo passe, eu sempre me lembrarei de você, sempre me lembrarei do quanto você marcou na minha vida, porque a sua presença agradável faz com que eu dê boas risadas, seja pela maneira engraçada de me chamar de "bêbada", ou pela maneira que zoa a Rochelle, pela sua mania de ser reclamão, ou quando diz "Pamplona!", seja pela suas piadinhas fora de hora , pela maneira de falar "adoooooroo!" ou até mesmo pelas suas mãos cumpridas e finas que que adoooro, seja pelo seu cheiro que você diz ser "sem perfume", ou pela mania de beber cerveja e amassar a latinha com as mãos, seja quando faz cara de mal ou pela mania de falar "aaaaaiiii!", seja quando diz que eu faço cara de chiquinha, ou quando critica o Good Charlotte, seja quando imita o chato do Silvio Santos, ou quando imita o chato do Popeye (rsrsrsrs), seja pela sua mania de mandar scraps em letras maiúsculas, ou pela memória de elefante que você tem...
..É por essas e outras coisas que eu adoooooro estar com você...
...Te adoro de montão!!

ps. o Rafa é o meu novo ficante... durante muito tempo ele foi o causador desse , desse e desse sentimentos aqui mas agora estamos juntos de novo... e firmes e fortes!!!

sábado, 18 de julho de 2009

-.- Uma saudade enorme...


...E assim eu vou escrevendo, tentando extrapolar essas emoções que insistem em me dominar, fazendo com que eu sinta cada vez mais todas as palavras que escrevo...
Escrevo mecanicamente;
Escrevo como se cada palavra fosse a última, como se esse sentimento fosse se esgotar logo após a palavra seguinte;
Escrevo na esperança de que essa agonia se encerre e me faça não sonhar mais com você;
Escrevo para que não haja mais palavras,
Escrevo para que os sentimentos se esgotem no meu peito, mas a cada palavra, mais e mais palavras surgem;
Assim como o dia vem depois da noite, assim como a noite vem após o dia, assim como fonte que não se cansa de jorrar...
Escrevo na esperança de que se essa água por um milagre se encerre,
Escrevo para que talvez num segundo milagre, eu consiga dormir sossegada e aliviada;
Escrevo para que se esgotem as palavras, as lágrimas e o sentimento...

domingo, 12 de julho de 2009

One more things about me

Eu Viviane Gomes Carvalho,
sou filha de pais separados
Mas que moram juntos
Sou quieta
Mas de dificil convivencia
Sou mais do tipo introvertida do que extrovertida
Tive mil e uma fases
Mas foi na do bom e velho Rock'n'Roll a que eu decidi ficar...
Sou escorpiana
Do tipo "bicho ruim"
Do tipo que não deixa nada barato
sou confusa e controversa
sempre coloco palvras inglesas quando estou falando
sempre tento não me estressar,
mas nunca consigo
Odeio ficar em cima do muro e
Odeio quando não encontro um lado pra ficar
sou adepta da frase "tá no inferno, abraça o capeta"
adoro perambular por aí
Sou amiga até que me traiam
Sou legal
Até que pisem no meu calo
Adoro comer besteiras
tenho uma tranquilidade inata quando NÃO é pra ser tranquila
Não acredito em acaso
Acho que tudo é feito de "maktub"
Adoro conselhos
Mas os ignoro quando o assinto sou eu
Leio mais do que escuto
Escrevo mais do que falo
Prefiro ficar pensando do que fazendo besteira
Não desperdiço achance de ficar calada
Com algumas excessões, é claro!
Nunca estou satisfeita
E nunca me conformo com nada
Sou perfeitamente incompleta ou
Talvez completamente imperfeita
Sempre busco a perfeição através dos meus erros
Mas sou do tipo que dificilmente se permite errar, num quase auto flagelo
Sou inconstante inadequada e incorreta
Adoro corrigir os outros
Nunca tenho noção de tempo e espaço
Cheia de neuras e manias
Já tive mania de perseguição
Amo com facilidade
Odeio com mais facilidade ainda
Sou do tipo agocentrica
Do tipo que se ama demais para se submeter-se
Sou cheia de histórias inventadas e verídica...
Só cabe a você decidir em qual deve acreditar!
Não tenho medo do escuro
Mas imagino um monte de coisas que não existem quando vou dormir;
Não tenho preconceitos
Mas acho que tem muita gente que merece levar uns "pedalas"
Sou do tipo que adora tirar fotos no banheiro de casa
Que ama ficar sozinha E que acima de tudo ama escrever.
Observadora e enigmática
Falo dos outros como se fossem a palma da minha mão
Mas falo de mim como um livro não lido e desconhecido
.

sábado, 11 de julho de 2009

Núpcias (parte 2)

...Finalmente ele chegou;
Ela deixou que o sorriso tomasse conta de seu rosto e correu até seu esperado amado, pulou em seu colo, deu - lhe um beijo ardente e deixou que ele a conduzisse até a cama, ela estava muito nervosa, sabia que teria que continuar, podia parar por ali, mas esperou meses por aquele homem e agora que o tinha, tinha também muito medo;
E ela tremeu quando ela a despiu...
Ele a deitou na cama, seus corações batiam descompassados e nervosos...
Não era sua primeira vez, já havia feito isso muitas vezes antes, mas essa era a primeira vez em que se envolvia tanto sentimento em jogo.
Ele se despia...
Enquanto ela nua, deitada na cama o esperava...
Com seu sexo exposto, tremia...
Ele deitou-se por cima dela, acariciava seu corpo, beijava-a com intensidade e vontade;
Mas antes que ele a penetrasse, ela se desvencilio de seu corpo, pegou uma arma embaixo da cama e disse:
- Fui contratada para te matar...

continua...

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Núpcias (parte 1)

Ela andava nervosamente de um lado a outro do quarto.
Seu vestido muito branco e seu longo véu, a cada passo iam se arrastando pelo chão e davam- lhe a sensação de que era uma serpente branca que se arrasta com seu corpo longuilineo a espreita e a espera de sua presa se aproximar...
Ela esperou muitos meses para isso; E agora que havia chagado até ali, teria que ir até o final, ela só não sabia como continuar...
Olhou o buquê de rosas vermelhas em cima da cama e se perguntou porque ele demorava tanto para chegar;
Andava ansiosamente pelo quarto. Sentou - se. Escreveu palavras desconexas num guardanapo com marca de batom. Foi até o banheiro. Olhou - se no espelho. De frente. De costas. De lado. Sorrindo. Emburrada. Parou e se viu por inteira...
Ele havia dito, mas só agora tivera tempo de confirmar o quão linda estava, olhos cor da noite, lábio de carmim, desvenciliou seus cabelos negros do rígido penteado nupcial e ali encontrou mais que uma recém casadda, encontrou uma mulher fatal...

continua...

terça-feira, 7 de julho de 2009

...:: Underneath Smile::...

Você já sabe todas as palavras que eu adoraria proferir;
Já sabe os lugares que eu adoraria conhecer;
Sabe que eu amo o perigo e que ele me ama também...
Você já sabe que eu sempre quero saber o há por trás da porta...
principalmente se ela estiver trancada...
Você já decorou o tudo o que tem dentro da minha cabeça...
Sabe que foi você quem colocou os desejos do meu coração...
Só não sabe, que por trás desse sorriso há alguem que chora;
Não sabe que aqui tem alguém que não quer mais ser quem é...
Não sabe que há alguém que não quer se mostrar
Por trás desse sorriso há uma passagem intransponível,
que ninguém jamais ousaria ultrapassar;
Há uma luz se apagando;
Tem alguém que não quer mai tentar...
.
.
.

Todos podem me conhecer muito bem;
Podem estar comigo nos meus melhores momentos;
Mas é sempre nas horas de dor que eu me escondo...
Me escondo atrás de uma mascara que não desperta suspeitas...
Sempre que a dor vem eu me escondo atrás desse sorriso aparentemente sincero...
Me escondo dizendo que "já passou"...
Ninguém sabe o que há por trás desse sorriso que será sempre o mesmo sorriso dissimulado,
Só EU sei...
Mas será sempre uma história que eu não quero contar...
Será sempre um segredo que eu guardarei ás sete chaves...
Bem atrás desse misterioso e fingido sorriso...

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Entre a morbidez e o calor do amor...


Estar com você é como subir aos céus, chegar perto de Deus e dormir em berço esplêndido;
Porque você me deixa em paz, me faz ser leve e me sentir como um anjo...

Mas de repente, enquanto estou dormindo em seus braços tranquilamente, sinto as chamas do inferno queimarem meus corpo enquanto o medo cala meus gritos de socorro...
Porque amar você me deixa assim, imóvel; Me deixa incapaz e me agonia, fazendo com que tudo á minha volta se desfaça em pedaços...
E porque meu amor por você ultrapassa a vida para se tornar mórbido e gelado, mas envolvente e sedutor...

segunda-feira, 8 de junho de 2009

TransmissãO

Se minhas palavras fossem transmitidas pelos meus olhos, milhões de lágrimas escorreriam pela minha face;
Se minhas esperanças fossem transmitidas pelo meu corpo, ele se curvaria em sinal de desânimo;
Se minhas alegrias fossem demonstradas pelo meu sorriso, ningém nesse mundo veria meu sorriso se abrir;
Se meus ideais estivessem em minhas mãos, quando eu as abrisse, o vento só levaria poeira;
Se minha felicidade refletisse no brilho de meus olhos, com certeza eles estariam fechados;
Se minha vida fosse uma cor com certeza seria cinza;
Se o resultado das minhas paixões se mostrassem em meu coração, ele estaria quebrado, despedaçado de tanta emoção...
.
.
.
"Se pudessem comprar minha confiança
com um tapinha nas costas,
já teriam comprado..."

terça-feira, 2 de junho de 2009

Cotidiano fragmentado

Um vazio predomina o meu ser, não há nada que faça eu me sentir viva novamente;
Tudo me soa nostálgico e perfeito, me sinto sufocada, engasgada como alguém que tenta respirar embaixo d'agua, ou como num pesadelo, onde não se consegue acordar;
É num misto de impotência e frustração, vou tentando esperançosamente transmitir essa agonia constante, tentando transformar em palavras tudo o que me vem a cabeça, tudo o que sinto, tudo o que me frustra...
Mas as palavras insistem em escapar!!
Fogem de mim como areia escapando por entre os dedos das mãos!!
Tudo me tira a atenção, inclusive aquele mosquito que entrou pela janela da sala, e que fica rodeando a lampada á procura de calor...
Por falar nisso, estou com muito frio, olho para a janela, que está a meio metro do sofá, mas não tenho coragem de me levantar para fechá-la...
Hã! tudo me faz perder o fio da meada...
Tudo isso por falta do que pensar...
Olho uma foto antiga, daquelas que agente esquece na agenda, o coração bate descompassado;
O "tum-tum" bagunçado se assemelha com as batida que ele costumava dar na epoca que ele batia feliz...
Enfim, tudo confuso e nostalgicamente triste me faz pensar se eu deveria ter escrito essas linhas acima, afinal não consegui suprir essa falta que o passado me faz, não consegui compreender meus próprios sentimentos e ninguém poderá me ajudar nem me proteger de mim mesma...


E todas as linhas acima se resumem num único fragmento:

"Há muito tempo não escrevo.
Tem passado meses sem que eu viva e vou durando, entre o escritório e a fisiologia, numa estagnação intima de pensar e sentir.
Isto infelizmente não repousa: no apodrecimento há fermentação."
Fernando Pessoa.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

"A solidão desola-me; a companhia oprime-me.
A presença de outra
pessoa descaminha-me os pensamentos;
sonho a sua presença com uma distração especial,
que toda a minha atenção analítica não consegue definir."

Fernando pessoa.
não sei se alguem aí já sabe, mas o fato que simplesmente aaaamoooo Fernando Pessoa...
suas palavras vão direto ao meu coração, foi amor á segunda vista, sem aviso previo nem hora marcada, simplesmente automatíco como acordar de manhã e escovar os dentes...
há uns dois anos li um fragmento, num domingo de manhã e simplesmente me encaneiem suas palavras...

segunda-feira, 25 de maio de 2009

SoMBriA...

... Noite vazia, lua sombria
Tudo calado
Não estou ao seu lado
Ao meu redor, só a lua, noite e escuridão.
O barulho da natureza conversa
com o silêncio da minha alma
enquanto o meu coração
chora por sua presença...
O frio envolve meu corpo,
o calafrio me toma,
trazendo o meu o medo ao meu coração
que agora bate descompassado...
As sombras me assustam,
não sei o que fazer, fico inerte, imóvel e
mergulhada na minha própria solidão
e na grande solidão que
envolveu meu olhar...

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Meus defeitos

Eu sou raivosa,
Rancorosa,
Estressada;
Sozinha;
Carente;
Dependente de tudo;
Dependente de todos;
Sou infantil;
Tão chorona...
Depressiva;
Fraca
(mas finjo que sou forte)
Enganada
Manipuladora
Presa demais
Complicada
Ou tô me complicando
Fracassada
(Por amar demais)
Inocente
(por achar que o amor existe)
Boba,
Fácil de enganar,
Negativa,
Calada,
Pessimista,
Chata,
Previsível
(nas horas que quer)
E acho que estou...
Caindo aos poucos,
Ficando sozinha
(mais do que já sou)
Me tornando insuportável...
Acho que tudo de ruim está em mim...
Na minha mente...
E no meu coração...
Eu queria ter amigos
(de verdade)
Ter alguém que me entendesse,
Conversasse comigo,
Compreendesse as minhas idéias
E trocasse idéias comigo...
Queria ter alguém pra me ouvir,
Quero um refugio,
Quero mil motivos...
Pra sorrir,
Pra não me cortar mais,
Chorar menos,
Me decepcionar menos
Com akeles que amo
Queria que o tempo parasse,
Que o mundo acabasse,
Acho que...
Eu queria...
Morrer...
ps. poema antiiiigo, nesse momento eu não sinto isso... mas já senti e ainda reconheço meus defeitos.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Passando pelo Passado

Sei que viver de passado é um pecado imperdoável,
Derramar lágrimas por algo que não volta mais, então... Deus me livre!!!
Mas tem dias que pra mim, é dificil de evitar.
Tem dias que não consigo deixar de olhar para o passado
Ultimamente tem sido complicado, aliás, é sempre complicado, não consigo evitar essa situação saudosista, mas corrosiva.
Não dá pra não pensar nos bolos da vovó, nas histórias que se faziam veerdade na minha imaginação.
Não dá pra não chorar, ao pensar ou lembrar dos beijos e carinhos, dos afagos agora escondidos no fundo do meu coração.
Não dá pra esquecer das coisinhas de criança onde tudo era maravilha, tudo era emoção.
Não dá pra não chorar ao lembrar das cartas, do prazer em silêncio pra ninguém saber
Não dá pra não pensar no olhar de cumplicidade, no "deixa que eu te ajudo", no abraço do irmão...

sábado, 25 de abril de 2009

SeGuNdO TeMpO

Mais uma vez.
Pela segunda vez, você diz que me ama
Pela segunda vez, me diz que vai ser pra sempre
Pela segunda vez me faz juras de amor eterno
Pela segunda vez me entrego de cabeça nesse sentimento
Pela segunda vez me dou de corpo e alma a você
E até agora não quero acreditar que está tudo acontecendo novamente
Mais uma vez as coisas vão mal
Mais uma vez me pego chorando
Mais uma vez sentindo saudades...
Fui capaz de perdoar seus erros, de esquecer o passado
Fechei meus olhos para escrevermos uma nova história
E mais uma vez estou aqui sofrendo,
Pela segunda vez acreditei em você
Mas pela sgunda vez você me deixou...

domingo, 19 de abril de 2009

A grande teia

Os fatos vão se interligando, tecendo uma teia da qual ela não ousava mais escapar.
Não escapa.
Não foge.
Ela sabe que está numa teia, mas não tem medo, acha que teias são sempre teias, sempre tem um risco a correr...
E ela lá, parada.
Não corre, nem se assusta.
Apenas se aconchega lentamente nessa teia de fatos inebriantes e inconstantes...
Apenas aguarda para, que as lembranças venham sufocá -la de lágrimas e saudades.
Espera deitadinha na teia que sem querer ela criou, na esperança de que seus riscos e suas lágrimas se pareçam com os doces sonhos que um dia ela viveu...



Quando uma acaba.
é assim que se inicia outra história...

domingo, 12 de abril de 2009

A dor da partida

"Te vejo em breve."
"tá."


Foi assim que tudo terminou.
milhões e milhões de palavras, um turbilhão em sua cabeça, mas nada saiu de sua boca...
Ela pensou...
Pensou que deveria ser mais corajosa, pedir pra ele ficar mais um pouco, ou quem sabe até mesmo dormir com ela...
Devia ter feito de tudo para adiar sua partida, mas não fez...
Ficou ali, naquela cama, amarrada pelos seus próprios medos esperando ele sumir porta a fora...
E foi ali naquela mesma hora, que ela desejou que um vento muito forte batesse a porta, que a fechadura se quebrasse e que ele não pudesse mais sair...
Desejou que os pés dele se colassem ao chão, que ele se esquecesse de tudo o que aconteceu de ruim entre eles e decidisse ficar.
Mas que nada...
Ele disse suas suas últimas palavras e partiu, sem lágrimas, sem dor e sem nem olhar para trás...
E ela ficou...
Ficou com palavras engasgadas na garganta;
Ficou com as lágrimas que não podiam desandar a sair;
Ficou com o coração ferido;
E desejando que ele voltasse pra ficar...

quarta-feira, 8 de abril de 2009

PaLaVrAs X PeSsoAs

Adoro palavras. Odeio pessoas.
Palavras são fantásticas, são ótimas companheiras.
São aliadas, não nos machucam -exeto quando usada por uma pessoa- umas têm dois significados,
Mas seja qual for a palavra,
Ela será sempre a representação de si mesma...
.
Só deixarei de amar palavras quando elas criarem pernas, cabeça, braços e começarem a falar besteira.
.
.
.
Assim como as pessoas.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

esse saiu do meu ♥ (2)

Meus pensamentos me levam para todos os lugares num curto espaço de tempo...
Independente de onde eu estiver;
Eu sempre estarei no meu lugar...

domingo, 5 de abril de 2009

esse saiu do meu ♥ :

Talvez um dia, eu aprenda
Ou pelo menos me conforme
Que eu sou apenas mais uma
Garota triste porque perdeu
O grande Amor...

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Ausência.

... E agora, nesse momento, estou aqui como alguém que perdeu algo que não poderia jamais perder...
...Abraçada á camiseta que você usou na última vez em que estivemos juntos, sinto o seu perfume, um perfume que me remete á lembranças doces e perfeitas, do tipo que nunca se esquece...
...Estou me sentindo como uma criança, o medo que toma conta do meu ser é quase inexplicavel...
...É o medo do novo...
...Medo de que dê tudo errado...
...Medo de ser esquecida...
...E esse perfume -o seu perfume- acentua ainda mais essa sensação; E torna ainda mais forte esse medo de perder...
...Talvez algo dentro de mim esteja agora, me dizendo que não há mais nada além dessa camiseta surrada...
...Talvez não tenha sobrado nada de você, nada além de um perfume numa camiseta velha que você usou na noite passada...
...E eu sei que chegará um dia, que a noite passada não será nada além de uma noite, a última noite em que eu dormi com um namorado que eu amava muito...
...Talvez haja um diaem que não sobrará nada nem esse perfume delicioso ou até mesmo esta camiseta, na qual eu me apego fielmente como um cão que se apega ao seu dono...
...E talvez eu tenha medo disso, mdeo de que essa sensação maravilhosa de quando estou ao seu lado se acabe e não me reste mais nada...
...Tenho medo de que tudo se acabe, tenho medo de que a saudade enorme que sinto e que inda sentirei por você me obrigue a ter que esquecer você e cada coisa que possa longemente me levar a você ...
...Tenho medo de me sentir obrigada a não cantarolar nossas músicas...
...A esquecer fatos...
...A queimar cartas...
...A esconder fotos...
...Tudo isso apenas para não ter que sofrer ainda mais com a sua ausência, essa porcaria de ausência corrosiva
e ilimitada que não se cansa de me maltratar...
...Não quero me acostumar com essa abstinência louca que a falta de você me traz...
...não quero me acostumar a viver sem você...
.
.
.
E com apenas um perfume numa camiseta...

terça-feira, 31 de março de 2009

..::Mascaras::..

Se soubesse o que há em meu coração, Saberia que não há nada além de máscaras...
Máscara quando acordo, tentando não
demonstrar que sonhei com você;
Máscara quando me deito, fingindo
que não queria estar contigo ao me deitar...


Coloco uma grande máscara, árdua e pesada
sempre que saio à rua, tentando conter o desejo louco de te encontrar
Coloco outra ainda mais pesada quando não te encontro, fazendo de conta que estou feliz,

Mas não estou...



E quando chego em casa,
sozinha em meu quarto tento conter as lágrimas que
caem sem sessar de meu rosto cansado de máscaras...

E durante meus dias, as dúvidas assombram minha cabeça
Será que pensa em mim?
Será que sente minha falta?
Ou será que me esqueceu e pensa só em você?


Será que de nós nada restou?
Será que a chama do amor se apagou?
Será que não há nada em mim que você queira reaver?
por favor,
Diga olhando em meus olhos
Que nosso amor terminou...

terça-feira, 24 de março de 2009

Pensando (e escrevendo) sem parar

Ultimamente tenho pensado demais.
E tenho escrito demais também...
Até aquele calinho perto da unha no dedo do meio voltou...
Sempre odiei esse calo, porém, sempre o tive, acho que desde a época da minha 5ª serie...
E tudo isso por culpa daquelas professoras que me faziam escrever demais, ou até mesmo da minha mãe que na época me deu como castigo um montão de revistas pra eu copias os códigos e catalogar...
Agora depois de dois anos o maldito calo voltou, e a culpa é dessa droga de inspiração momentanea e fora de hora...
Essa droga de inspiração que sempre chega,
Quando eu posso e principalmente quando NÃO posso escrever...
Agora são 5:40 da matina e eu aqui escrevendo feito louca sobre calos em dedos...
Tô enlouquecendo de tantas palavras que me vem á mente!!!
Dizem que smepre quando perdemos algo, ganhamos outra coisa pra compensar, sendo assim toda essa "fissura vocabular" é sua culpa!!
Porque perdi você, ganhei inspiração...
Perdi o sono, mas ganhei um odiado calo como (des)consolo...
AFF!!!



ESTOU PRECISANDO DE UMA CANETA NOVA,
JÁ ESTÁ ACABANDO...
E DE UM CORAÇÃO NOVO,
JÁ ESTÁ SOFRENDO...

domingo, 22 de março de 2009

Dependência Ilimitada

Ontem eu arrumei meu guarda-roupa, um fato inédito, porque eu não gosto desse hábito...
Não arrumei porque precisava (e acredite em mim: reamente PRECISAVA), mas porque você vivia dizendo que era uma vergonha, que eu devia me organizar, etc...
E eu sempre achei essa sua ladainha um saco!
Mas ontem, por milagre do destino arrumei o meu "monstro engolidor de roupas"...
E me senti bem melhor, diaga - se de passagem...

E hoje eu chorei quando eu tive coragem de assumir para a Tammy:

"É pro vidu sentir orgulho de mim..."
E com isso, hoje eu percebi que eu cheguei num ponto totalmente ilimitado de dependencia...
Dependo de você fatalmente, preciso de você para sorrir e sentir uma vontade pra fazer coisas pequenas como:
Sair por aí...
Arrumar o guarda-roupa...
Dormir...
Respirar...
Inclusive viver...

quinta-feira, 19 de março de 2009

Quando você vai...

.
.
.
Uma tristeza quase sepulcral vem me consumir;
Tudo á minha volta me parece mórbido...
Flores são sem vida
Céu é sem cor
Estrelas são sem brilho...
Nada me atrai...
Tudo isso quando você se vai...
Quando você se vai,
Um pedaço de mim morre
E não consigo enxergar um caminho
para me livrar dessa solidão
Toda vez que você vai
Uma sombra fica ao meu lado,
Seu rosto eu nunca vi,
Mas sei que tem grande influencia sobre mim...
Não sei muito sobre ela
Mas sei que seu nome é tristeza
E sempre que você vai
Ela vem pertubar minha solidão...

sábado, 14 de março de 2009

Quando você se for...

Quando você se for
Minha vida vai entristecer
E o sol vai desaparecer
Quando você se for
meus dias vão perder a cor
E no mundo não haverá masi amor
Quando você se for
Meu mundo vai parar de girar
E as estrelas vão parar de brilhar
Quando você se for
Minha vida vai ficar vazia
E minha histórias vão ficar sem fim

Quando você se for
Minhas lágirmas não vão parar de rolar
E tudo vai desmoronar
Quando você se for
Meu céu vai desabar
E o pânico chegará em todo lugar...

No dia em que você se for...
Meu lábios chamarão por seu nome
Meu corpo sofrerá sem o seu calor
No dia em quevocê se for
Meu olhos perderão o brilho
Pois não haverá mais vida sem o seu amor...

Quando você se for
O frio do mundo congelará meu corpo
No dia em que você se for
A depressão invadirá minha mente
Quando você se for
Vou arder em agonia
Mas vou pular de alegria
Pois o dia de minha morte chegou...
...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Chegou a minha vez

A cada palavra que eu disser...
Um pecado se libertará de minha mente;
Uma historia se fará verdade;
O mundo ficará inconsciente...

A cada palavra que eu disser

Uma maldição será lançada;
Uma flecha será atirada;
Uma palavra será proferida
Para ferir um inocente...

A cada palavra que eu disser

Meu coração será castigado
Algemado e sacrificado
Por aquele que sempre amou...

Pobre coraçção cansado...
Não sabe que será magoado,
Não sabe que, finalmente se fará
justiça por tantas magoas que ele causou...

Ele não sabe que chegou a
sua vez de sofrer...