sábado, 15 de agosto de 2009

...No Family...


Já faz muito tempo em que deixei de acreditar em familia.
Ou melhor, na instituição familia, sabe aquela coisa de mamãe, papai e filhinhos, todos juntos e felizes? Pois é, é nesse tipo de coisa que eu não consigo botar fé;
Não consigo ver futuro nenhum numa familia onde se tem como lider uma figura masculina, um pai de familia que protege esposa e filhos...
Quando imagino essa cena, logo ela é substituida pela imagem de um homem bebado, que enche a cara todos os dias e volta pra casa doidinho pra atormentar a familia...
Não consigo imaginar nada menos do que um homem medonho, que não tem respeito por nada nem ninguém, nem por si próprio; um cara que ao invés de proteger suas filhas, prefere ameaçá-las xingá-las e humilhá-las...
E é isso o que eu aturo. é isso o que eu tenho aguentado ano após ano vividos em "familia"; juro que não conheço o motivo de tamanho amargor, tanto ódio, tantas palavras amaldiçoadas direcionadas a nós (filhas) só sei que de nada temos culpa e que nós somos as principais prejudicadas...


Sei também que não sou vadia, nem vagabunda, não sou drogada, nem dou o rabo pra todos, não saio por aí á procura de homens, nem sou namorada da minha melhor amiga, e se não consigo um emprego é porque não me aceitam e não porque não quero como ele diz...

Eu tento ignorar cada palavra que ele ousa falar. Juro que tento.
Mas é muito complicado...

Ele simplesmente sabe como magoar alguém.
E tudo o que eu sei é que ele jura que um dia vai beber o nosso sangue (meu, da minha mãe e das minhas irmãs), que vai acabar com a minha raça, que um dia vai me bater tanto, e que posso até chamar meus amigos pra me proteger que nada vai adiantar...

Não dá pra viver assim!!!
Não dá pra viver tão próximo a alguém tão medíocre, tão cínico, que não dá valor a vida, que não coloca nem a alimentação básica dentro de casa; Isso porque prefere gastar seu dinheiro bebendo, logo que sai do trabalho...

.
.
.
Juro que muitas vezes, ajoelhei e implorei a Deus para que Ele não o deixasse voltar pra casa, muitas vezes pedi que Ele o levasse para junto D'ele...
Mas ele sempre volta...

E é sempre igual...



ps. esse texto era pra eu ter postado no dia dos pais, mas eu estava sem tempo e consegui fazer isso hoje... pois é, pelo segundo ano consecutivo, será um texto desse tipo a minha homenagem de dia dos pais...

Um comentário:

Vinícius Aguiar disse...

Nem sei o que comentar! Tem horas que nenhuma palavra é capaz de ajudar muito... só torço e rezo para que tudo melhore, e para que vc possa de alguma forma voltar a acreditar que há sim famílias felizes, e assim formar a sua família, de uma forma diferente do que tem sido!

Beijos!