quarta-feira, 10 de março de 2010

dAqUeLaS ImPoSsíVeIs De EnTrEgAr...

Namorado,
De tudo o que na minha vida se passou, a única certeza que tenho é que seria incapaz de te esquecer...
Sei que poderiam se passar anos e mais anos sem que houvesse o minimo contato entre nós, sem que nos falássemos ou que apenas nos vissemos apenas á distância...
Ainda que vc não mais existisse, as muitas lembranças de nós dois seria mais do que constante dentro de mim...
E ali naquele instante em que meus lábios encontraram os seus, senti novamente aquele calor indefinido, aquele nervoso incontido que eu só sinto quando vc está por perto...
Senti também uma confusão incosntante, uma sensação inebriante a me invadir o ser...
E junto com essa sensação, as palavras borbulhavam na minha cabeça "Oque fazer?" " O que falar?" Então eu sorrio pra disfarçar...
Sorrir... Pra disfarçar... Mas no fundo eu sabia que esses risinhos dissimulados só me condenavam ainda mais...
E depois daquele beijo, o mundo se renovou e vida correu novamente pelas minhas veias por alguns intantes...
Instantes esses, que foram perfeitos, intocáveis e indestrutiveis; Tão completos como nada mais poderia ser...
E tudo mais que eu sei, é que a vida ficou mais bonita, mais intensa e mais interessante, naquele mesmo instante em que nossos lábios se tocaram num gesto quase intuitivo de não nos decepcionar...
O sorriso tomou conta do meu rosto, as bochechas coraram-se e meu coração começou a bater novamente como nunca antes havia acontecido...
E assim a vida me foi concebida novamente, como num conto de fadas...
Num lindo conto de fadas onde a vida é dada com um simples toque de lábios...

2 comentários:

Lindsae disse...

Estar apaixonada é estar no ápice da vida: tudo que se enxerga á sua volta é muito pequeno comparado ao sentimento de estar nas nuvens!!!

Linda carta. Espero que vc entregue!

Renata de Aragão Lopes disse...

Também sou
docemente amarga... : )

Beijo,
doce de lira