sexta-feira, 27 de junho de 2008

Ele e Ela...


Sentada na calçada, ela olha para todos os lados;
Olha e aguarda ansiosamente pela chegada dele.
Ela espera, mas não sabe quando ele vem
Espera pacientemente, pois um dia disseram á ela:
“espera, que um dia ele chega...”
Então ela esperava, esperava e nunca se cansava...

Ele, olhando pela janela fica o dia esperando ela passar;
Esperava, esperava, mas ela não aparecia...
Então quando a noite chegava, ele se cansava, deitava na sua cama e dormia para no dia seguinte, com o acordar do sol, recomeçar sua saga de esperar, esperar sem nunca cansar...

Ele cheio de medo, a amava.
Ela cheia de coragem o esperava.


Ela toda corajosa esperava para se apresentar quando ele aparecesse em sua calçada;
Ele todo medroso, esperava para se declarar quando ela batesse em sua porta;

Mas um dia simultaneamente, eles se cansaram de tanto esperar e saíram para amenizar suas raivas por tanto tempo perdido.

Cada um saiu de seu mundinho para tentar esquecer tanto desapontamento;

Ela tentando esquecer o amor que abandonara;
Ele tentando lembrar que não queria mais amar...

Ela foi á padaria, comprar os sonhos que agora esquecia;
Ele foi ao jornaleiro, comprar jornais com as notícias que há muito tempo não lia...

Eles caminhavam cada um em seu mundo, cada qual em seu pensamento;
E foi de repente que eles se trombaram...


“ai, meu Deus! E agora? Foi jornal e sonho pra tudo que é lado!!”

Prestes a reclamar, ela olhou para ele...
Prestes a se desculpar, ele olhou para ela...

Era a primeira vez que se viam...
Mas há muito tempo já se conheciam...
E agora no primeiro olhar que eles se reconheceram...

Não houve voz...
Não houve toque...
Não houve uma só palavra... Nem senha...

Apenas se olharam...
E se amaram...
E sabiam que estavam esperando um ao outro...

Hoje em dia, estão juntos, estão felizes; eles sempre souberam que ele foi o amante que esperou a coragem, enquanto ela foi a corajosa que esteve esperando o amor....

O que eles acham engraçado é que somente quando desistiram de esperar, que se encontraram;

Eles estremecem quando se perguntam o que seria deles se não desistissem e continuassem esperando... E ficam tristes quando percebem que

Ele seria para sempre um homem sem coragem
enquanto
Ela seria eternamente uma mulher sem amor...

4 comentários:

Báah disse...

que engraçada eu escrevi sobre isso no meu post, sobre o tal amor a primeira vista
lindo o texto, uma pena é eu não acreditar nesse tipo de acontecimento


beijos

Jaya disse...

Vivis,

Lindoooooooooooooooooooo! Dos mais lindos que já li por aqui, viu? Fiquei sorrindo feito boba.

Lembrei uma frase de Vinicius:

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida".

:)

Beijocas.

Desirée disse...

amei demais esse texto, parabéns

Nanita disse...

Que lindo, adoravél.. ain o amor *-*