segunda-feira, 16 de junho de 2008

ASSASSINA? SIM SOU...

Tenho uma confissão a fazer...
peço a todos vocês que não me julguem pois o que fiz foi em meu beneficio e minha felicidade e se quiserem me "deslinkar" ou até mesmo não comentar nunca mais aqui, sintam-se a vontade... mas não vou mentir pra vocês, nem vou enganá-los...
Contarei toda a verdade, e a verdade é que eu matei...

.
.
...
Ontem estava em casa sem ABSOLUTAMENTE NADA para fazer, sentada no pufe roxo que fica no meio da sala (considero-o meu divã)
...Meu pai no sofá assistindo um programinha barato de humor, dando altas gargalhadas (não sei como essas pessoas conseguem sorrir assistindo esses programas infames! acho que são pessoas que não tem nada de útil pra fazer e ficam lá com o c* pregado no sofá rindo de piadas sem graça ao invés de ler um livro ou jornal);
...Minha mãe lavando roupa (ou melhor, olhando a máquina de lavar lavando por ela.) enquanto falava com algum de seus amantes ao celular;
...Minha irmã de 17 anos ouvindo um pagodão (leia-se: poluição sonora) lá no quarto enquanto fica conversando aos berros com a amiga do ooooutro prédio (será que ela não tem medo dos curiosos de plantão? Acho que não.)
...E minha outra irmã de 9 anos (ou seria 10? ah tanto faz, eu nunca lembro! o que importa é que faz aniversario em dezembro...) andando de um lado pro outro como uma barata tonta aparentemente quieta, aparentemente invisível (para os outros), mas aí é que se encontrava o perigo...
...Foi então que aquele diabo disfaçado de menina começou a dar sinais de sua existência e resolveu que queria porque queria ir ao circo...
Pediu ao velho que ria sozinho no sofá, mas nada feito; estava ocupado demais e não queria gastar dinheiro (ah tá... e a novidade?).
...A peste da garota insistiu, insistiu, chantageou, gritou, berrou, mas nada feito então resolveu procurar a mãe que também lhe negou o pedido...
...Ela insistiu mais, chantageou mais, gritou mais, berrou mais... e nada feito!
...Foi até o quarto e supus que seja para amolar a outra irmã (mas dessa parte da odisséia nada ouvi, por culpa da poluição sonora) a diaba atormentou tanto a coitada que acabou levando uns "pedalas";
...E então ela resolveu...
...Chorar...
...Não aguentei vê-la chorando e pensei (alto demais) "bem feito, menina chata!"
...Aí, pronto! arranjei sarna pra me coçar ...
...A diaba começou a me atomentar e vi que a guerra estava armada quando pegou os papéis que eu estava escrevendo lindamente em cima do meu 'divã' e rasgou-os em mil pedacinhos....
eu fiquei em fúria!! estava escrevendo algumas para o post desse blog ou até mesmo para ficar em off', o que importa é que eu estava escrevendo e uma garotinha atrevida de 9 (ou 10) anos simplesmente havia acabado com toda a minha obra!!
...Gostaria de ser menos boba, menos inocente, menos cheia de dó, mais maldosa, mais maliciosa, mais cruel e menos ingenua a ponto de pensar que ela não faria isso...
...E lá estava aquele serzinho provocando em mim o maior ódio que já senti em toda a minha vida...
...Então resolvi acabar de vez com aquilo e decidi que mataria aquela menina boba.
...Decidi e realizei.
...Peguei a primeira arma que meu orgulho cruel pôde encontrar e assassinei sem dó nem piedade, desferi golpes violentos contra ela, que sangrando, implorava para que eu não a matasse, ninguém percebeu pois todos ali estavam ocupados demais com suas próprias neuróses e manias para ouvi-la gritar por socorro... Afinal de contas ninguem sentia a menor falta dela, porque de tão "quieta" era quase invisivel.
...Não tenho vergonha de dizer, matei sim! ela me fazia muito mal e fazia com que eu me sentisse humilhada...
...Matei mesmo sem dó nem piedade akela menina boba que havia dentro de mim...
...Agora a briga entre eu e minha irmã seria de igual pra igual, a mulher que dentro de mim sangrava por ter seu orgulho ferido contra a diaba disfarçada de criança na minha frente...
...Agora havia apenas uma mulher muito brava e muito má, e ela queria se vingar; ela sangrava muito pois em menos de dois minutos perdera seus textos e a menina que havia dentro dela, mas ainda sim conseguiu se vingar:
.......mulher: "diaba, ops! thaís, vá lá se arrumar, nós vamos ao circo! eu te levo!"
.......diaba: "oba! " e vai tomar banho toda feliz...
.......mulher: "agora pense viviane, pense... já sei!!"
.
...Tudo pronto para sair e de repente, (como mágica, háháhá!) o despertador do meu celular toca...
....mulher: "alô."
...Sem resposta. E ela tentando conter o riso, continua a falar sozinha:
......."oi tami tudo bem?... eu to bem sim... almoço?... na sua casa?... ah claro que eu aceito... vou sim...já tô indo... tá... outro."
.
...Nenhuma da perguntas obteve resposta, afinal não havia ninguém do outro lado da linha, durante toda a conversa a pequenina destruidora de posts me olha apreensiva, Então a mulher que agora está satisfeita com sua maldade, olha com um doce sorriso para a diabinha, quer dizer, garotinha e diz:
......."thaís, não vou poder sair com vc mais... a tami me chamou pra ir almoçar na casa dela".
.
...Háháháhá!!! aos quarenta e cinco do segundo tempo viviane ganha de virada!!!! uuhuu!!

.
...A vingança foi feita! tive que matar a menina dentro de mim para que tal vitória ocorresse, mas enfim pude sorrir maldosamente...
...Perdi a doce (e boba) menina que havia em mim, mas não perdi a guerra!!
...A menina morreu, mas tem uma mulher aqui que tá louquinha pra fazer maldade...
háháháhá...
......."bem feito!! sua menina atrevida!!... ...mexe com quem tá quieto!"
háháháhá! como eu sou má!!!!

8 comentários:

Bárbara disse...

HAHAHAHAHAHA
Adorei!

Também tenho uma irmã de 9 anos (eu tenho certeza que ela tem 9), minha sorte é que ela não mora comigo, mas isso não a impede me perturbar minha vida. Sábado ela me ligou às 6 horas da manhã (eu tinha ido dormir quase 5hrs da madruga) só pra dizer que no mp4 novo dela tinha rádio! CAAAAAAARA que vontade de sair de casa de pijama só pra socar a cara dela! Muahahahaha

Seu post foi realmente inspirador... Toda vez que ela me irritar, vou lembrar dele.

Mandy disse...

Adorei seu post, vc escreve muito bem!!!

Voltarei aki mais vezes.

Te linkei no meu blog, tem problemas???

BjO

Lilah disse...

eh...
eu não conseguiria.

Lilah disse...

eh...
eu não conseguiria.

Raquel disse...

Fez muito bem, senhorita.

P.S.: Tenho um estilo próprio pra falar de amor, é? Acho que é só porque eu fico pensando nesse conceito, sentimento, sei lá...
Mas… Você não entendeu! Eu sou romântica ao extremo e tenho amor-descomunal-patético! Haahahaha!

Beijo.

TOOP disse...

ai menina!
Tbm tenho problemas por aqui...
;)
rs

Nathália disse...

Até que a menininha que conheço não é tão chata. Hahaha

Beijo!

Jaya disse...

Geeeeeeeeeente!

Rs.

Menina, você me assustou, confesso. Mas depois fiquei sorrindo daqui.

Tadinha da irmã, né? Mas eu sei como é essa história de irmãos. Já passei por cada uma também... É bem legal essa de vingancinhas. Pelo menos na hora. E depois, tá todo mundo se amando outra vez.

Ai, ai...

Beijocas, Vivi.